05/10/2019 às 18h29min - Atualizada em 05/10/2019 às 18h29min

Hospital São José de Botelhos inaugurou andar térreo

Inaugurado em 1970, o prédio seria interditado em 2008. Sem dinheiro, a diretoria aceitou o desafio da reforma que custou R$1 milhão e 660 mil

Vania Marques
Vânia Marques
A Fundação Hospital São José de Botelhos realizou hoje, dia 5 de outubro, a inauguração do andar térreo do prédio do hospital, totalmente reformado. Esta é mais uma grande conquista para a atual diretoria, que já havia entregue o andar superior, reformado. No total, com todas as verbas vindas de ajuda da comunidade, destinadas por deputados e instituições, a atual diretoria investiu R$1 milhão e 660 mil reais na reforma do prédio e na compra de equipamentos. Para entender melhor, leia abaixo.
Quando assumiu, em 2008, a diretoria recebeu uma missão da Regional de Alfenas: dois anos de prazo para reformar totalmente o Centro Cirúrgico e construir a nova lavanderia, que já se encontrava interditada. Caso contrário, Botelhos teria o Hospital interditado, causando grande prejuízo para a população. O desafio foi aceito. Com a ajuda de amigos e renda de eventos, foi concretizada a reforma do Centro Cirúrgico e do andar superior, que com a participação da Fundação Itaú, atingiu o valor de R$ 600 mil reais. A lavanderia foi construída com verba do Pró-Vida, que doou todo o material de construção e a mão de obra foi custeada com a ajuda da comunidade, através de doações e renda de eventos, totalizando R$100 mil. A primeira parte da missão estava cumprida. Restava o andar térreo.  O então deputado Geraldo Thadeu direcionou uma verba total de R$670 mil empregados na reforma do andar térreo, desde a rampa de acesso ao prédio até a  cozinha. O deputado ainda direcionou ao hospital uma verba de R$150 mil para a compra de equipamentos. 
Ao finalizar sua apresentação no momento da inauguração, Maria Magdalena Araújo, membro da diretoria, deixou outro desafio: "resta agora a construção da ala nova, destinada às enfermarias masculina e feminina, pediatria, farmácia e capela. Caberá a quem a missão?"  Um desafio para os futuros diretores, a serem definidos nas próximas eleições. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »