15/10/2019 às 12h21min - Atualizada em 15/10/2019 às 12h21min

Moradores do Bairro COHAB II colhem os frutos plantados por Maurício

Bosque começou a ser formado em 2014

Vania Marques
Fotos: Luiz Fernando da Costa
Comer uma fruta apanhada do pé, na hora, é um privilégio de quem plantou ou de quem teve a sorte de ter por perto alguém que plantou. Hoje, os moradores do Bairro COHAB II estão desfrutando de momentos com as famílias e amigos, colhendo amoras, pitangas pretas e outras frutas. Uma delícia pertinho de casa, na área verde do bairro, onde há pelo menos quatro anos só havia pasto e poucas árvores. O cenário hoje mudou. As árvores plantadas por Maurício Venâncio formaram um bosque, com muitas nativas e frutíferas.
 Em 2016, nossa reportagem visitou a área, onde o “plantador de árvores”, que não mora no bairro, nos contou sobre seu hobby: semear. “Desde 1980, perdi a conta de quantas árvores plantei. Não posso ver uma semente que quero plantar. Se depender de mim teremos muitas árvores e muita água”, disse. Só naquele ano de 2016, havia plantado mais de 80 espécies.
No Bairro Cohab II, os plantios começaram em 2014. Naquele dia da reportagem, ele dizia que a sua alegria era ver algum morador, no futuro, colhendo os frutos das árvores plantadas por ele. E esse dia chegou, as amoreiras estão carregadas. Nossa reportagem flagrou a cena imaginada por Maurício Venâncio. Conversamos com um dos mais antigos moradores do bairro, Luiz Roberto da Costa (Beto do Zote), que naquele momento colhia frutos. Agradecido, ele ressaltou a importância da ação realizada por Maurício que, inclusive, incentivou outras pessoas a também plantar no local. Além disso, as árvores atraíram algumas espécies de animais, sendo algumas aves jamais vistas no bairro. Para Beto, o local deveria receber o nome de "Bosque do Maurício".
Assista ao vídeo reportagem gravado em 2016 com Maurício Venâncio, e veja a diferença do local antes e agora:

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »