06/11/2019 às 16h02min - Atualizada em 06/11/2019 às 16h02min

Prefeitura consegue a municipalização de perigosa rodovia em Botelhos

A partir de agora obras de segurança poderão ser executadas

Vania Marques
Foto: Vânia Marques
Um dos trechos mais perigosos de Botelhos, a rodovia MG 1515 ou Av. Dr. Hélio de Andrade Alves, que dá acesso à cidade, desde a entrada do trevo até o início da Rua Odete Trezza (próximo ao Posto Botelhense) passa a pertencer ao Município de Botelhos. A municipalização foi pedida pela Prefeitura de Botelhos e autorizada pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER), em ofício enviado ao Prefeito Eduardo Oliveira, valendo a partir de 31 de outubro de 2019.
 
Entenda o que muda com a municipalização da rodovia
 
Segundo declaração do Prefeito de Botelhos, Eduardo Oliveira, que encaminhou a solicitação ao DEER, por se tratar de um dos trechos mais perigosos da cidade, as autoridades recebem muitos pedidos de intervenções, por parte da população, principalmente dos moradores dos bairros que utilizam a rodovia como acesso: Jardim Alexandre, Canaã e COHAB II, sendo ali, um dos pontos mais críticos. “Como a rodovia pertencia ao Estado, nada podia ser feito pela Prefeitura. Por isso, solicitamos a municipalização. Agora sim, com a rodovia sob a responsabilidade do Município, as obras que já estavam no Plano de Governo poderão ser executadas”.  
Entre as obras que já estavam previstas no plano do atual governo, estão o estudo da construção de uma rotatória de retorno ou acesso aos bairros citados acima e a colocação imediata de redutores de velocidade em pontos estratégicos.
“Com as intervenções vamos deixar a rodovia mais segura para todos”, disse o prefeito Eduardo Oliveira.
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »